Qual é o risco envolvido em investir no Fundo Imobiliário?
Autor: Equipe de Varejo da H.Commcor

Qual é o risco envolvido em investir no Fundo Imobiliário?

Os fundos de investimento imobiliário (FIIs) são fundos fechados, ou seja, as suas cotas não podem ser resgatadas e por esse motivo, os investimentos nesses fundos são realizados por meio de negociações na Bolsa de Valores, por ordens de compra e venda, e estando sujeitos aos mesmo riscos que o mercado de ações.

Então, se você está pensando em investir em Fundos Imobiliários, é fundamental conhecer quais são os riscos para poder evitá-los.

Pensando nisso, preparamos este post para que você conheça qual é o risco envolvido em investir no fundo de investimento imobiliário.

Boa leitura!

Quais os riscos dos Fundos Imobiliários?

Tal como acontece com todos os tipos de investimentos, os fundos imobiliários possuem alguns riscos que devem ser considerados na hora de investir.

Por serem compostos por ativos de renda fixa e de renda variável, os riscos dos fundos imobiliários estão relacionados a esses tipos de investimento.

Os principais riscos associados aos FIIs são:

Risco de mercado

O risco de mercado consiste nas variações do preço dos ativos. Por outras palavras, ele representa a possibilidade do papel se desvalorizar.

As oscilações nos preços do setor imobiliário dependem de diversos fatores, como a oferta e a demanda geral por imóveis, variações nas taxas de juros, a situação econômica do país, entre outros.

Risco de liquidez

No caso dos fundos imobiliários, o resgate do capital investido só é possível com a venda das cotas no mercado financeiro, que depende da existência de compradores interessados em obtê-los.

Em determinados casos, pode não haver compradores interessados, e o investidor sairá prejudicado, já que precisará esperar um tempo indeterminado até que apareça alguém interessado, ou acabar oferecendo as suas cotas por um valor menor para recuperar o seu capital.

Em outros casos, mesmo quando existem compradores interessados, pode acontecer de haver uma diferença entre os valores de venda das cotas e as ordens de compra. 

Por outras palavras, os compradores podem não estar dispostos a pagar o mesmo preço que o vendedor (cotista) gostaria de vender.

Risco de vacância e inadimplência

O risco de vacância ocorre quando um imóvel do fundo apresenta dificuldade para encontrar locatários. Deste modo, a receita advinda dos aluguéis poderá diminuir.

Já o risco de inadimplência, é a possibilidade de o locatário não pagar suas obrigações com o locador. Nessas situações, além de parte da receita ser prejudicada com a falta de pagamento, existe o custo de toda burocracia jurídica. 

Risco de crédito

O risco de crédito está associado às dívidas adquiridas pelo fundo, seja por meio Letras Hipotecárias (LHs), Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRIs), Letras de Crédito Imobiliário (LCIs) ou dos outros ativos usados para financiar os empreendimentos do fundo. 

Risco físico

O risco físico está associado à possibilidade de ocorrerem imprevistos de ordem física, como inundação por enchentes, incêndios, desastres naturais, depredações, desabamentos, acidentes causados por falha humana, entre outros. 

Riscos jurídicos

Os fundos imobiliários também estão sujeitos a riscos de ordem jurídica. Por esse motivo, é fundamental sempre verificar a carteira do fundo e analisar se existem pendências nos ativos.

Riscos de Execução da Obra

Alguns fundos imobiliários captam recursos de investidores para comprar terrenos ou investir em empreendimentos, e quando a obra está concluída, vendem os imóveis por um preço bem maior. 

Nesses casos, antes da conclusão, existe o risco de a obra ser embargada por alguma questão jurídica ou ambiental.

Risco de Especificidade

Determinados fundos imobiliários trabalham com ativos específicos, como hospitais, que só podem realizar atividades hospitalares. 

Se, por algum motivo, o hospital tiver algum problema e cancelar o contrato, pode ser difícil ou demorado achar uma nova empresa do mesmo ramo para substituir. Apesar disso, vale ressaltar que esse tipo de investimento costuma ser mais rentável.

Risco de Sazonalidade

O risco de sazonalidade normalmente ocorre em ativos de shoppings e varejo. Quando as vendas no shopping estão fracas, o fundo acaba rendendo pouco ou muito menos do que o esperado.

Considerações finais

Como vimos ao longo deste artigo, o risco de investir em imóveis é alto e quando se trata de fundos imobiliários, o risco pode ser um pouco maior, já que a sua rentabilidade depende das oscilações de preços dos ativos que compõem o fundo.

Mas, vale destacar que os fundos imobiliários possuem um funcionamento bem estruturado e uma legislação rigorosa que ajuda a reduzir todos esses riscos.  

Além disso, é fundamental contar com uma corretora de valores de confiança, com uma assessoria qualificada, capaz de administrar o fundo com eficácia e apresentando bons resultados.

Se você acredita que o nosso texto te ajudou a conhecer qual é o risco envolvido em investir no Fundo Imobiliário, clique aqui e fale agora com um consultor especializado.

Temos soluções diversificadas para cada perfil de investidor.